SafeRubber: alternativas aos aceleradores Thiourea

Desde Junho de 2010 que o Consórcio SafeRubber, formado por várias associações, universidades e empresas europeias tem estado a procurar uma alternativa adequada e mais segura ao ETU, o acelerador tipo Thiourea mais comum e desde há longa data utilizado na vulcanização da borracha de policloropreno para tornar mais rápida a criação de ligações moleculares cruzadas. O trabalho inicial concentrou-se na pesquisa do mecanismo de vulcanização do policroropreno com ETU, com o objectivo de projectar e sintetizar várias moléculas alternativas. Estas moléculas estão agora a ser optimizadas em compostos de policloropreno antes de se passar à escala industrial. Os resultados intermédios deste projecto de investigação trienal estão disponíveis no endereço internet do projecto SafeRuber.

Os parceiros do Consórcio SafeRubber são: a Assocomaplast, a Associação Italiana dos Construtores de Máquinas para Processamento de Plásticos e Borracha (coordenadora); a Federplast.be, a Federação Belga dos Plásticos e Borracha; a BRPPA, a Associação Britânica dos Produtos de Borracha e Poliuretano; a ETRMA, a Associação Europeia dos Fabricantes de Pneus e Borracha; a Clwyd Compounders Ltd, do Reino Unbido; a Robinson Brothers Ltd, do Reino Unido; a MGN Transformaciones del Caucho, S.A., de Espanha; a Mixer S.p.A , de Itália; a Grand Synthesis Latvia Ltd; a Universidade de Milão-Bicocca, Itália; a Norner Innovation AS, da Noruega e o MaTRI – Materials Technology Research Institute, do Reino Unido.

Advertisements